Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Dia da mãe

03.05.09publicado por Gato Pardo

Olá, mãe...

Hoje é uma vez mais, o teu dia.Um dia que espero que se repita durante muitos e bons anos. O dia em que sabes que te vou chatear pelas 9 da matina simplesmente para te dizer que és não só a mãe mais bela do mundo, mas a que mais pachorra tem para aturar um filho como eu...

Sempre estiveste lá quando eu precisei...e continuas a lá estar sempre que eu preciso, mesmo nas alturas em que não dou sequer por isso...

És o meu anjo da guarda quando tudo me parece negro, a pequena luz que inunda alguma da escuridão em que por vezes me encontro...Acredito que zelaste lá do alto por mim naquele dia quase fatídico de 15 de Janeiro...

Já passámos por muito...Aliás, não tenho pejo nenhum em afirmar do fundo do meu coração que o homem que sou, o devo a ti...Sempre me disseste que a vida não é um mundo cor de rosa...Que iria cometer os meus erros, que teria dias em que o mundo iria parecer conspirar contra mim e que me iria atirar de encontro à lama...É verdade...Assim aconteceu...Mas também foste tu que me disseste que os verdadeiros homens são aqueles que têm a coragem de se levantar e de retirar valiosas lições dos erros cometidos...

Sabes que ficou muito por dizer hoje...Conheces o meu coração melhor que ninguém...Aliás, sei perfeitamente que tudo aquilo que aqui escrevo hoje, tu viste-o no brilho dos meus olhos...

Perdoa-me por todas as vezes que te fiz chorar, que não te dei ouvidos, que simplesmente não fui o filho que tu merecias que eu tivesse sido...Perdoa-me não ter valorizado tudo o que passaste para colocar comida na mesa, roupa no meu corpo ou um telhado sobre a minha cabeça...

Amo-te, minha doce e querida mãe...